3 comentários:
De A a 21 de Junho de 2009 às 14:53
o que eu mais gosto é, na perspectiva de um novo dia cheio de perspectivas e oportunidades quase ilimitadas, carregar no snooze do despertador e deixar-me dormir por mais 5 minutos. o que também acho que é quase tristemente poético.

isto claro quando não meto o despertador para tocar 20 minutos mais cedo, acordar, tomar uma pastilha de cafeína e voltar a dormir e despertar à hora certa quando a pastilha começa a fazer a sua magia.

eu teria metido a tocar at the hop, porque nunca sei se me deixa alegre ou triste: se não conheceres aqui fica uma versão rápida -> http://www.youtube.com/watch?v=s4ssbgTSO3A

fizeste bem retirar a foto, até porque nunca se sabe que maluco é que vem para aqui comentar ..sim, eu estou a falar de mim.

ps: acho que já falei de tudo... sim, acho que sim.
De FruttiTutti a 21 de Junho de 2009 às 15:12
Pastilhas de cafeína... essa nunca me tinha ocorrido...! Eu sou mais a que cala o despertador e vira-se para o outro lado e acorda tipo 90 minutos depois, absolutamente estremunhada =/

Oh, querias ter professores que já têm idade para se reformar duas ou três vezes, que leccionam cadeiras (às quais se vai ter exame amanhã!) de forma tão poética que em todas as aulas aparece um slide com um por-do-sol com núvens, em que essa frase (entre outras) aparece no mínimo em dez publicações do dito Senhor Prof...

Nestas condições, é normal que tenha receito de uma foto minha associada a uma "homenagem" destas... quando a "outros malucos", bem, não tenho grandes receios... excepto o de ir pela rua calmamente e ser atingida por uma bola de berlin cheia de creme, acompanhada por um grito do género "vai masé pastar caracóis, ó desocupada!" :D
De A a 21 de Junho de 2009 às 16:22
só fiz isso uma vez e foi ao josué e nem foi por ele ser desocupado.

Comentar post